Geral

Polícia Federal faz 27ª fase da operação Lesa Pátria e cumpre busca e apreensão em Sorriso

A Polícia Federal deflagrou hoje a vigésima sétima fase da Operação Lesa Pátria, com o objetivo de identificar pessoas que financiaram e fomentaram os fatos ocorridos em 8 de janeiro de 2023, em Brasília, quando o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal foram invadidos por pessoas que promoveram violência e dano generalizado contra os imóveis, móveis e objetos.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão em Sorriso pela equipe da Polícia Federal de Sinop. São cumpridos também mais 17 mandados e outros 2 de monitoramento eletrônico (tornozeleira eletrônica), expedidos pelo Supremo Tribunal Federal, nos Estados Paraná (07), São Paulo (07), Rondônia (02) e Goiás (01).

Foi determinada a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados. Apura-se que os valores dos danos causados ao patrimônio público possam chegar a R$ 40 milhões. Os fatos investigados, segundo a Polícia Federal, constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.